Questões sobre a Ásia

PARTICULARIDADES DA AGROPECUARIA ASIÁTICA
1. A agricultura introduzida no espaço tropical do Sudeste Asiático pelos europeus, que visa abastecer seus mercados com matérias- primas e alimentos produzidos à custa da exploração da monocultura e da mão de obra barata, denomina-se:
a) itinerante.
b) intensiva.
c) rizicultura irrigada
d) plantation.
2. As plantations sempre apresentam:
a) grandes importações de sementes e insumos.
b) alta mecanização
c) uso de capital estatal.
d) grande uso de mão de obra e exportação da produção.
3. O arroz é um dos mais importantes alimentos do sudeste da Ásia, porque:
a) toda a produção mundial ocorre nessa área.
b) sua produção é feita em terras coletivas, agregando a população.
c) a produção é feita com tecnologia, em plantations.
d) ocupa grande área e muita mão de obra.

Respostas e comentários
1. d) Um dos aspectos pouco explorados nas explicações sobre as plantations é a dependência de processamento posterior (feito pelos colonizadores) dos produtos
agrícolas típicos, como o látex, chá, fumo, cacau, algodão e cana-deaçúcar.

2. d) O trabalho braçal é sempre lembrado quando se fala das plantations. Porém, quando o assunto é citado em História, trata-se em geral de mão de obra escrava, e quando é citado em Geografia, trata-se de trabalho assalariado (mal remunerado) temporário, já que se refere à atualidade.

3. d) O emprego de muitos trabalhadores, em áreas densamente povoadas, é um fator essencial para o equilíbrio socioeconômico, mesmo que precário, da região. O arroz faz parte da cultura e dos hábitos alimentares asiáticos há milhares de anos. Embora as duas características apontadas sejam iguais às das plantations, o arroz é normalmente cultivado para subsistência ou para comércio interno.

O PETRÓLEO E A IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA DO ORIENTE MÉDIO

1. Alguns países do Oriente Médio faturam bilhões de dólares ao ano com as exportações de petróleo; sua industrialização, no entanto, continua baixa. Explique.

RESPOSTA: Em muitos desses países há excessiva concentração de riqueza, com uma elite rica e uma grande parcela de população pobre. Dessa forma, o mercado consumidor é deficiente e a mão de obra desqualificada, o que dificulta a implantação de indústrias voltadas para o mercado interno.

2. Com base no texto abaixo assinale as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F):

“O Iraque tem cerca de 115 bilhões de barris de petróleo em jazidas comprovadas – a segunda maior reserva do mundo. A Arábia Saudita tem reservas comprovadas de 265 bilhões de barris.”
Fonte: Saeed Shah. Folha de S.Paulo, 16 mar. 2003.

a) ( ) A imensa quantidade de reservas petrolíferas acumuladas nesses países
explica o interesse geopolítico que a região do Golfo Pérsico desperta.

b) ( ) Toda a movimentação militar e estratégica norte-americana no Golfo Pérsico leva em consideração a realidade descrita no texto.

c) ( ) O petróleo ainda é a mola econômica do mundo e a região à qual pertencem os dois países citados no texto detém aproximadamente 65% das reservas mundiais.

RESPOSTA 2.
a)     V; b) V; c) V. Ao longo do século XX, a importância estratégica do Oriente Médio cresceu junto com o consumo de petróleo. A elevada utilização desse produto hoje e a perspectiva de alteração lenta da matriz energética mundial apontam para a continuidade dessa importância por pelo menos mais três ou quatro décadas – trunfo do qual, no entanto, a região não consegue tirar proveito duradouro (para suas populações e para o futuro), devido sobretudo a conflitos étnicos, concentração de poder e dogmatismo religioso.

3. Leia a frase:
“Se o Iraque produzisse rabanetes, em vez de petróleo, a quem ocorreria invadir esse país?”
Eduardo Galeano, citado por Roberto Pompeu de Toledo. Canto de passarinho numa hora dessa? Revista Veja. São Paulo, 26 mar. 2003.

a) A que invasão o autor se refere?
b) Qual o motivo alegado pelo invasor para realizar essa violação da soberania nacional?
c) Que outros motivos, não apontados pelo invasor, poderiam motivar a invasão do Iraque?

RESPOSTA 3.
a) À invasão do Iraque pelas forças angloamericanas em 2003.
b) Os governos dos Estados Unidos e do Reino Unido alegaram que o Iraque estava armazenando grande quantidade de armas de destruição em massa (atômicas, bacteriológicas, etc.) e por isso colocava em risco a segurança mundial. Tal fato nunca foi comprovado.
c) Como afirma Eduardo Galeano, o motivo é o interesse pelo controle da segunda maior reserva de petróleo do mundo, já que as relações dos Estados Unidos com a Arábia Saudita (1ª- mundial em reservas) não estão satisfatórias.
Fonte: http://geo-angar.blogspot.com/  - Profº André Gardini

1 comentários:

Anônimo disse...

presiso de exercicios sobre a população da Asia, mais não li nenhum aqui.

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | coupon codes